Variante brasileira do COVID-19 encontrada em Connecticut – NBC Connecticut

O primeiro caso da variante COVID-19, que teve origem no Brasil, foi descoberto em Connecticut.

O Dr. Albert Coe, chefe do Departamento de Epidemiologia e Doenças Infecciosas da Escola de Medicina de Yale, disse que o caso da variante B1 foi descoberto em alguém no condado de New Haven.

A taxa positiva diária COVID-19 de Connecticut era inferior a 3% na quinta-feira, em 2,76%.

O número de pacientes hospitalizados por causa do vírus corona caiu para 18 na quinta-feira. Existem atualmente 384 pessoas hospedando o COVID-19 em Connecticut.

Outras 15 pessoas morreram com o vírus, de acordo com o Departamento de Saúde Pública.

Government Net Lamond apresentou os números atualizados durante uma conferência na tarde de quinta-feira.

A conferência aconteceu um dia antes de Connecticut começar a facilitar alguns controles de vírus corona. Na sexta-feira, as restrições de capacidade serão suspensas em restaurantes, academias, museus, locais de culto, lojas de varejo e empresas de serviços pessoais. A exclusão social e o uso de máscaras ainda serão exigidos.

O governo Lamond considerou a sexta-feira um “grande dia”.

Restrições estaduais de viagens não serão mais um mandato, mas sim recomendações.

Sexta-feira também marca o dia em que um novo grupo de residentes de Connecticut será elegível para se registrar para a vacina COVID-19. Aqueles com 45 anos ou mais estarão qualificados até sexta-feira.

O governador Lamond disse que um terço dos adultos em Connecticut já recebeu a primeira dose da vacina.

READ  Colheita de soja no Brasil atrás do ritmo do ano passado | 2021-02-19

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Portal On Jack