Técnico de vôlei da China elogia mentalidade durante vitória sobre o Brasil

Os chineses Zhang Guanhua (2º E), Li Yongzhen (2º D) e Zhang Jingyin (1º D) bloqueiam a bola durante a vitória da Liga das Nações de Vôlei da FIVB sobre o Brasil, em 12 de junho de 2022. [Photo/Xinhua]

PEQUIM – Depois de liderar a seleção masculina de vôlei da China para derrotar o atual campeão Brasil na Liga Nacional de Vôlei (VNL), o técnico Wu Sheng disse que uma forte mentalidade está por trás da vitória.

Esta é a primeira vitória da China na VNL deste ano. Antes de vencer o Brasil por 3 a 0, a China sofreu três derrotas consecutivas para Irã, Japão e Eslovênia.

“Não pensávamos em vencer antes do jogo com o Brasil, só esperávamos executar bem nossas táticas”, disse o técnico. “Estamos plenamente conscientes da diferença entre nós e acredito que fizemos um bom trabalho ao desafiar um forte rival, tentando de tudo para colocá-lo sob pressão”.

“Mesmo depois de vencer o primeiro set, ainda mantivemos essa mentalidade, tentando desafiar o Brasil com saques, ataques e tudo mais”, acrescentou.

Apesar da vitória sobre o time número 1 do mundo, o técnico alertou seu time e torcedores para ficarem com a cabeça fria.

“Você não pode definir o time por esta vitória; esse não é o nosso objetivo. Ainda estamos atrás dos melhores times do mundo, tanto taticamente quanto fisicamente”, disse ele.

A China entrou na VNL sem o capitão Jiang Chuan, que se lesionou nos treinos. Segundo Wu, a ausência do levantador veterano somou-se às dificuldades que a equipe teve para se adaptar às partidas após a interrupção da pandemia de COVID-19, e os jogadores se pressionaram demais para dar o melhor de si nas derrotas para Irã e Japão .

No entanto, Wu acrescentou que acredita que os jogadores já se acostumaram com a ausência de Jiang e estão gradualmente ganhando confiança.

“Eu podia ver Zhang Guanhua [who replaced Jiang] jogar com mais confiança no jogo contra o Brasil. Ele tinha uma mente clara e fez boas escolhas na distribuição da bola para vários ataques”, observou Wu.

A última vez que a seleção masculina de vôlei da China fez uma aparição olímpica foi em casa em 2008, depois de não se classificar para os Jogos de Londres, Rio ou Tóquio.

Os pontos no ranking mundial de cada vitória na VNL são cruciais para a China lutar pela passagem para Paris 2024, mas o treinador deu mais ênfase ao aprendizado do que à vitória.

“Quando vemos boas jogadas dos nossos adversários, aprendemos e tentamos aplicá-las nos jogos, o que acelera o processo de digestão”, disse o treinador.

Em seguida, a China enfrentará França, Alemanha, Argentina e Itália, enquanto a VNL se muda para as Filipinas para a segunda semana de competições.

READ  PetroReconcavo e Eneva negociam o cluster Bahia-Terra da Petrobras

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Portal On Jack