Suprema Corte do Brasil decide que Acordo de Paris é um tratado de direitos humanos

Pessoas caminham pelo Oceano Atlântico na praia de Ipanema, no Rio de Janeiro, Brasil. As mudanças no clima do Rio, incluindo a elevação da temperatura e do nível do mar, são projetadas para serem as mais terríveis de todas as cidades da América do Sul, de acordo com a Rede de Pesquisa sobre Mudanças Climáticas Urbanas. Mario Tama / Getty Images

A Suprema Corte do Brasil decidiu que o Acordo de Paris, um tratado internacional adotado em 2015 para limitar o aquecimento global a 2°C ou, preferencialmente, 1,5°C, é um tratado de direitos humanos que deve prevalecer sobre as leis nacionais. O Brasil é o primeiro país a declarar tal decisão.

Nesse caso PSB et ai. v. Brasil (sobre Fundo Climático) (ADPF 708), a Suprema Corte do Brasil declarou que o Acordo de Paris é um tratado “supranacional” de direitos humanos. O caso foi ajuizado por quatro partidos políticos (Partido dos Trabalhadores, Partido Socialismo e Liberdade, Partido Socialista Brasileiro e Rede de Sustentabilidade) depois que o governo não distribuiu dinheiro do Fundo Nacional do Clima (Fundo Clima) desde 2019. O fundo foi inicialmente criado em 2009.

Uma sessão do Supremo Tribunal Federal do Brasil em 2018. EVARISTO SA / AFP via Getty Images

O governo brasileiro argumentou que o Fundo Climático não era protegido constitucionalmente e a interferência judicial violaria a separação de poderes do país.

O Supremo Tribunal Federal governou, “Os tratados de direito ambiental são uma espécie de tratado de direitos humanos e, por isso, gozam de status supranacional. Portanto, não há opção legalmente válida para simplesmente omitir o combate às mudanças climáticas”.

A decisão também significa que quaisquer leis feitas pelo governo brasileiro serão inválidas se as contradizerem. Acordo de Parise violar esta decisão ou o Acordo de Paris é uma violação da constituição e dos direitos humanos do país.

READ  O meteorologista prevê mais desastres para o Brasil

“O dever constitucional de alocar os fundos efetivamente significa que existe o dever de mitigar as mudanças climáticas considerando os compromissos internacionais sob a estrutura de mudanças climáticas”, gráfico de casos do Sabin Center for Climate Change Law da Columbia University explicou.

O Supremo Tribunal Federal do Brasil deve decidir em breve sobre dois casos climáticos adicionais, um que defende a implementação do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia e outro que argumenta que o governo não conseguiu administrar o Fundo Amazônia. O financiamento para a Amazônia está em declínio constante desde que Jair Bolsonaro se tornou presidente. Climate Home Notícias relatadas.

O Brasil é consideradoaltamente insuficiente‘ em suas ações climáticas para cumprir as metas do Acordo de Paris, e o desmatamento é o seu No. 1 fonte de emissões, seguida pela agricultura. Com os negócios como de costume, o Brasil contribuiria para um aquecimento estimado em 4°C. Mesmo que implementasse totalmente as políticas atuais, o Brasil ainda atingiria apenas uma meta de aquecimento de 3°C.

Mas a decisão pode ajudar mais políticas climáticas a serem implementadas adequadamente com base nos direitos humanos. A decisão em PSB et al. v. O Brasil (no Fundo Climático) também poderia criar um impacto duradouro fora do Brasil.

Caio Borges, gerente de portfólio de direito e clima do Instituto Clima e Sociedade (iCS) no Brasil, disse ao Climate Home News sobre a decisão: “Ter um tribunal constitucional qualificando o Acordo de Paris como um tratado de direitos humanos pode estimular um movimento global para a tribunais para seguir o exemplo nesse reconhecimento”.

Inscreva-se para receber atualizações exclusivas em nossa newsletter diária!

Ao se inscrever, você concorda com os Termos de Uso e a Política de Privacidade e em receber comunicações eletrônicas do EcoWatch Media Group, que podem incluir promoções de marketing, anúncios e conteúdo patrocinado. teste daniel

READ  Peixe brilhante transgênico invade córregos brasileiros | Ciência

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Portal On Jack