Raio-Raio Rafinha Brasileiro – Leeds perdeu sem atletas

Esta é a mentira do Brasil, onde fanáticos do Celeco passaram duas semanas pensando em futebol. Eles olham para Rafinha, olham para os dias em que o treinamento e a filosofia abraçavam a singularidade; Quando os brasileiros fizeram o que veio naturalmente (eles fizeram majestosamente). Os traços de Rafinha se aplicam a qualquer época porque cada época quer um pouco de mistério, tímido do que acontece a seguir.

Em três jogos, em seu primeiro internacional, ele marcou gols, facilitou assistências e desenhou formas com seu fluxo. No final dessas eliminatórias para a Copa do Mundo, ele era a história. A mídia local conduziu entrevistas com seu agente, Deco e alguns de seus treinadores de infância, investigando os antecedentes de Rabinha e, no caso de Deco, alertou sobre as futuras intenções de Winger.

Martin Fernandez, colunista do jornal O Globo do Rio de Janeiro, disse: “Sua história foi contada uma e outra vez desde que muitos clubes o ignoraram, até a influência de Marcelo Bealza.” Estão conversando. Rafinha está em toda parte.

Estar em todos os lugares acabou em uma tentativa de estar em dois lugares ou talvez fechar ao mesmo tempo: Manas com o Brasil contra o Uruguai na manhã de sexta-feira, e o Litoral Sul da Inglaterra com o Leeds contra o Southampton na tarde de sábado. De outros

READ  O Palmeiras Club pode vencer a Copa do Mundo?

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Portal On Jack