ONU: Lula foi banido ilegalmente da corrida de 2018

SÃO PAULO (AP) – Um painel de especialistas em direitos humanos da ONU entregou uma vitória moral ao ex-presidente brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva nesta quinta-feira, descobrindo que ele foi ilegalmente impedido de concorrer ao principal cargo do país em 2018 devido a viés judicial.

A decisão por 15 a 2 do Comitê de Direitos Humanos ocorre quando Lula, de 76 anos, prepara outra candidatura à presidência em outubro. Ele divulgou um comunicado chamando a decisão de “uma vitória para todo brasileiro que acredita no estado de direito e na democracia”.

O líder de esquerda universalmente conhecido como Lula foi o favorito nas pesquisas para retornar ao cargo que ocupou entre 2003 e 2010, quando um juiz federal, Sergio Moro, o considerou culpado de corrupção e lavagem de dinheiro em um desdobramento de uma corrupção em expansão investigação de políticos e figuras de negócios proeminentes.

Ele foi impedido de concorrer ao cargo e foi condenado a 9 anos de prisão – um prazo posteriormente estendido para 12.

Mas a Suprema Corte do Brasil rejeitou a condenação no ano passado, decidindo que Moro era tendencioso contra o ex-presidente – uma decisão amplamente baseada em conversas de aplicativos de mensagens entre Moro e promotores reveladas pelo site de notícias The Intercept Brasil.

A declaração do comitê de direitos humanos disse que Moro deu à mídia material prejudicial de escutas telefônicas de conversas telefônicas de Silva e de sua detenção inicial para interrogatório.

“Embora o Supremo Tribunal Federal tenha anulado a condenação e prisão de Lula em 2021, essas decisões não foram oportunas e eficazes o suficiente para evitar ou reparar as violações”, disse o membro do Comitê de Direitos Humanos Arif Bulkan em comunicado da agência.

READ  Uma funcionária judia do Google diz que seu ativismo contra um contrato com Israel fez com que seu emprego fosse transferido para o Brasil

Moro mais tarde serviu no gabinete do homem que ganhou a eleição depois que Lula foi forçado a desistir, Jair Bolsonaro. Moro mais uma vez negou todas as irregularidades nesta quinta-feira.

Ele agora é um candidato presidencial após uma briga com Bolsonaro, que busca a reeleição.

Geoffrey Robertson, um dos advogados de Lula, disse em um comunicado que a decisão “expõe como os preconceitos políticos podem afetar os direitos de um réu demonizado de ter um julgamento justo”.

Desde que Moro foi considerado tendencioso pela Suprema Corte do Brasil, todos os processos criminais contra Lula foram encerrados, disseram seus advogados em entrevista coletiva.

O governo brasileiro tem agora 180 dias para responder à ONU, mostrando como pretende corrigir a situação.

O comitê destina-se a ajudar os países a cumprir seus compromissos sob um acordo internacional sobre direitos civis e políticos, mas não vincula os governos.

Direitos autorais © 2022. Todos os direitos reservados. Este site não se destina a usuários localizados no Espaço Econômico Europeu.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Portal On Jack