O Brasil emitiu 30 vistos humanitários para o Afeganistão; 400 estão pendentes

O governo brasileiro emitiu 30 vistos humanitários para afegãos que fugiam da perseguição do Taleban no mês passado, com cerca de 400 pedidos sendo analisados ​​e não aprovados por outras agências federais, incluindo o Itamaraty e a Agência Brasileira de Inteligência. Enquanto alguns ainda lutam para deixar o Afeganistão devido ao fechamento das fronteiras, nenhum dos refugiados afegãos ainda entrou no país.

Brasil está em contato com governos vizinhos do Afeganistão Ajude refugiados Deixe o país. Nenhum contato oficial com o Talibã. Com as fronteiras fechadas, o Paquistão garante ao Brasil que cidadãos afegãos com vistos humanitários brasileiros não se instalarão em território paquistanês.

Nesta sexta-feira, o chefe do Itamaraty, Achilles Zaluar, disse a jornalistas que queria que o Brasil estivesse entre os grupos mais vulneráveis ​​de cristãos perseguidos no Afeganistão, conforme sugerido pelo discurso do presidente Jair Bolzano na Assembleia Geral das Nações Unidas. No entanto, ele disse que “a religião não é uma barreira para a entrada” porque muitas das demandas na análise vieram de cidadãos muçulmanos.

O Ministério das Relações Exteriores tem sofrido severas críticas pelas exigências impostas aos solicitantes de visto humanitário que deixam o Afeganistão. A Secretaria de Segurança Pública questionou o Ministério sobre a necessidade de exames do Govt-19 e reivindicações ilegais, como a disponibilidade de abrigo, alimentação, transporte e até seguro saúde e odontológico para refugiados no Brasil.

O chanceler Carlos Francisco está sob pressão do deputado Asio Neves, presidente da Comissão de Relações Exteriores do conselho.

O secretário de Estado da Cultura e Comunicações, Leonardo Gorkulho, negou as acusações, afirmando que a lista de requisitos não era um documento legal, mas uma diretriz para os funcionários da embaixada. Além disso, o ministério apresentou requisitos apenas às ONGs que abordaram o governo expressando sua disposição de financiar grandes grupos de refugiados. Gorgulho revelou que a maioria dos pedidos de visto pendentes veio desses grupos.

READ  Melhor ulefone armor: A melhor escolha para todos os orçamentos

Um painel de juízes e outra fotógrafa fugindo do assédio de gênero do governo do Taleban: pelo menos dois grupos de refugiados estão sendo considerados. A Associação Judiciária Brasileira apóia pedidos de juízes.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Portal On Jack