Leilões de petróleo do Brasil devem envolver até 90 árvores submarinas

Licitações submarinas em andamento pelas gigantes petrolíferas Petrobras e Shell podem resultar na contratação de até 90 árvores de Natal molhadas (WCTs) para o Brasil, disse uma fonte familiarizada com o assunto à BNamericas.

Um WCT consiste em um conjunto de válvulas, carretéis de revestimento e acessórios utilizados para regular o fluxo de tubulações em poços.

Genericamente, uma única unidade para um campo do pré-sal custa cerca de US$ 7 milhões – valor que pode variar de acordo com a tecnologia necessária, tipo de contrato e quantidade de unidades encomendadas em um único pacote, entre outros fatores.

A estatal Petrobras está realizando três processos competitivos, que também incluem serviços associados.

Uma é pelos projetos offshore desenvolvidos em consórcio. O escopo envolve a compra de 30-40 WCTs, e as propostas comerciais estão sendo analisadas.

Outra licitação prevê a contratação de 15 a 20 WCTs para empreendimentos integrais e as propostas deverão ser apresentadas em 20 dias.

A terceira é para o projeto Búzios 10 (P-82 FPSO), onde a CNOOC e a CNODC são parceiras, envolvendo 15 unidades com propostas a serem apresentadas em agosto.

De acordo com a legislação brasileira, as informações sobre projetos operados em consórcios com grupos privados não precisam ser divulgadas.

Enquanto isso, a Shell receberá durante este mês as licitações para um pacote de 15 WCTs para seu campo de Gato do Mato.

HISEP

O prazo de licitações para a contratação do inovador sistema submarino de separação de CO2 da Petrobras, Hisep, foi prorrogado de junho para 30 de agosto.

“Há vários pontos em discussão: questões contratuais, o envolvimento do [federal watchdog] A ANP, por se tratar de uma iniciativa tecnológica, e ajustes estão sendo feitos no ambiente colaborativo da licitação”, disse a fonte.

READ  Melhor Apple Watch Series 5: A melhor escolha para todos os orçamentos

“A Petrobras nunca comprou equipamentos dessa complexidade tecnológica, mas não vejo nada que possa inviabilizar o processo licitatório.”

Aker Solutions, OneSubsea e TechnipFMC estão participando da licitação, que inclui o fornecimento das linhas flexíveis que serão conectadas à Hisep.

O protótipo será testado no campo Mero 3, onde o primeiro óleo está programado para 2024.

Shell, TotalEnergies, CNPC e CNOOC fazem parte do consórcio do bloco Libra, onde estão localizados os projetos Mero.

Além dos desenvolvimentos subsequentes do Mero, a Petrobras deverá contratar separadores submarinos de CO2 para as futuras etapas de produção do campo de Búzios.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Portal On Jack