Índia interessada em obter petróleo bruto do Brasil sob contratos especiais de longo prazo

A Índia, que importa 85 por cento de suas necessidades de petróleo bruto, está interessada em adquirir a commodity do Brasil sob contratos especiais de longo prazo, enquanto as duas nações exploram caminhos para expandir ainda mais suas relações comerciais mutuamente benéficas, disse uma declaração conjunta da Índia e do Brasil em Quinta-feira.

A declaração conjunta é sobre o encontro entre o ministro do Petróleo e Gás Natural (MoPNG) Hardeep Singh Puri e o ministro brasileiro de Minas e Energia Bento Albuquerque sobre cooperação entre os dois países em energia, bioenergia e biocombustíveis.

Albuquerque está em visita oficial à Índia a convite de Puri. O ministro brasileiro foi acompanhado por uma delegação de líderes do setor privado dos setores de biocombustíveis e automotivo, disse o MoPNG em comunicado.

Mais investimentos bilaterais incentivados

“Os dois lados reconheceram a importância do investimento robusto no setor brasileiro de petróleo e gás feito por empresas indianas e reafirmaram seu compromisso de salvaguardar os investimentos existentes, incentivando novos investimentos bilaterais”, disse o MoPNG.

“Os dois lados destacaram a importância do comércio bilateral de petróleo e seus derivados e expressaram sua vontade de expandir esse comércio mutuamente benéfico. O lado indiano manifestou interesse em adquirir petróleo bruto sob contratos especiais de longo prazo”, acrescentou.

Ambos os líderes revisaram a cooperação bilateral existente em todo o espectro do setor de energia e se comprometeram a melhorar a parceria benéfica entre os países, e neste contexto expressaram satisfação pelo importante papel que a cooperação bilateral em energia desempenha no aprofundamento da parceria estratégica.

Várias atividades revisadas

Além disso, Índia e Brasil também reconheceram o imenso potencial de colaboração entre as duas nações para ampliar a produção internacional e o uso de bioenergia e biocombustíveis sustentáveis ​​como uma importante vertical da transição global para um futuro de baixo carbono.

Nesse contexto, concordaram sobre a importância de fortalecer a cooperação bilateral em bioenergia. Para tanto, os dois lados concordaram em trabalhar para desenvolver uma Aliança Índia-Brasil para Bioenergia e Biocombustíveis.

Os dois Ministros também revisaram a longa lista de atividades e iniciativas bilaterais e internacionais realizadas no setor de biocombustíveis nos últimos anos, incluindo a troca de visitas técnicas, as duas edições do Brasil-Índia Etanol Talks, o Simpósio de Biocombustíveis de Aviação, o lançamento do grupo de trabalho conjunto sobre cooperação em bioenergia, mesa redonda sobre Colaboração Índia-Brasil em Biocombustíveis no setor automobilístico, etc.

“Eles também observaram a coordenação bilateral dentro do G-20 sobre Clima e Energia, BRICS Energy Ministerial, Biofuture Platform, Clean Energy Ministerial, Mission Innovation Initiative e IBAS Joint Working Group on Energy, e o trabalho realizado no contexto do Alto Comissariado das Nações Unidas. -Nível Diálogo sobre Energia”, observou o Ministério.

publicado em

22 de abril de 2022

READ  Gilbert Burns x Brasil. Khamzat quer a partida principal em Chimaev

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Portal On Jack