Enuda inicia licitação

A Eniatta, empresa brasileira de petróleo, iniciou o processo de sorteio da FBSO para o pleno desenvolvimento do setor de Atlanta na Bacia de Santos, no litoral do Brasil.

O Campo de Atlanta vem produzindo petróleo por meio do FPSO Petrogel I, um sistema de produção inicial.

A expectativa da ENATA é que o sorteio de todo o desenvolvimento do campo seja concluído em 10 a 12 meses, e empresas com experiência no desenvolvimento de projetos semelhantes são convidadas a participar.

O leilão considera um FPSO com capacidade para processar 50.000 barris de óleo por dia, que incluirá de 6 a 8 poços produtores, incluindo 3 poços já operando no sistema inicial de produção (EPS).

Segundo a Enauta, o processo de sorteio considera a adoção de um FPSO já não utilizado, o que é possível por meio de um contrato exclusivo de 12 meses, com opção de compra do Enauta firmada. O licitante vencedor tem o direito de usar essa opção, disse Enuda.

O Diretor de Produção e Desenvolvimento Carlos Mastrangelo comentou: “Estamos entrando na licitação com segurança no rastro do nosso projeto. O EPS trouxe-nos informações relevantes para reduzir as incertezas na implementação do SFT, que só podem ser desenvolvidas com tecnologias bem conhecidas. ”

Depois disso, Atlanta irá adquirir em breve uma participação de 100 por cento na indústria Decisão da barra Para sair do campo, Atlanta retomou a produção do campo de petróleo no mês passado.

O Inata, anteriormente conhecido como Calvário dos Quiros, anunciou a produção do setor de Atlanta em novembro de 2020 como uma “suspensão preventiva” na sequência da corrosão de alguns dispositivos prejudiciais ao funcionamento.

A empresa decidiu substituir os tubos de um dos aquecedores do 7-ATL-4HB-RJS.

READ  Atualizações diretas do vírus Corona: de acordo com dados do CDC, os casos nos EUA envolvendo a variante brasileira da infecção estão aumentando

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Portal On Jack