BRF do Brasil diz que opção de inicialização QIA foi removida na TBQ JV

RIO DE JANEIRO, 13 de dezembro (Reuters) – A processadora brasileira de alimentos BRF SA (BRFS3.SA) fechou um acordo com a Qatar Investment Authority (QIA). Joint venture da QIA, empresa brasileira apresenta títulos na segunda-feira.

De acordo com o relatório, as duas empresas firmaram um termo aditivo com novos termos e condições da parceria, em que a BRF detém 60% e a QIA os outros 40%.

Em novembro, o diretor financeiro da BRF disse que a BRF queria persuadir a QIA a se tornar parceira da TBQ, e que a BRF teria que pagar cerca de 468 milhões de rúpias ($ 82,4 milhões) à QIA usando a opção de inicialização se ela sair do TBQ. consulte Mais informação

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado a reuters.com

O relatório também disse que a partir de 2023 a QIA terá novas alternativas para diversificar seus investimentos na Banvit, a principal processadora de aves da Turquia que vende alimentos halal preparados para atender às necessidades dietéticas dos muçulmanos. TBQ detém 91,7% de participação na Panwit.

A BRF tornou-se parceira da QIA e parceira da Banvit em 2017, com o objetivo de expandir seus negócios de alimentos halal e unidades de produção próprias fora do Brasil.

($ 1 = 5,68 arroz)

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado a reuters.com

Gram Slater e relatório da Polícia de Carolina; Edição de Richard Bull

Nossos padrões: Princípios de confiança da Thomson Reuters.

READ  J. Prefeito H.W. A comunidade SEEHAUS no Brasil projeta a cobertura ondulada

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Portal On Jack