Brasil suspende prazo para análise de necessidade urgente da vacina Spotnik V

Foto do arquivo: A vacina do “vírus Spotnik V-Corona (Govt-19)” colocada no logotipo do Sputnik V é mostrada neste gráfico tirado em 24 de março de 2021. REUTERS / Dado Ruvic / Ilustração

BRASÍLIA (Reuters) – A agência reguladora de saúde da Rússia, Anvisa, disse no domingo que suspendeu o prazo para analisar a demanda urgente da Rússia pela vacina contra o vírus Spotnik V corona.

A Anvisa informou em nota em seu site que a Unio Química, fabricante brasileira de filmagens, não apresentou os documentos exigidos.

“Embora o prazo esteja definido, a Anvisa continua analisando outras informações prestadas pela Unio Química”, afirmou em nota.

De acordo com o site da Anvisa, o prazo do regulador sanitário para analisar os pedidos emergenciais de pedidos é de sete a 30 dias úteis.

A Anvisa informou nesta sexta-feira que recebeu pedido da Unio Química para usar a vacina Sputnik V com urgência.

O Brasil já aprovou outras vacinas e nossos dados globais mostram que pelo menos 6% da população recebeu uma única dose. (Gráfico: tmsnrt.rs/3tUM8ta)

Relatório de Eduardo Simos e Jamie McGeever; Compilado por Lisa Schumacher

READ  COVID-19: 14 Conax, agora na lista de protocolos da NHL, foi associado a algumas variantes P1 brasileiras

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Portal On Jack