A partir de revista pv brasil

A Associação Brasileira de Energia Solar episolar prevê que até 2022, a capacidade fotovoltaica recém-instalada atingirá 12 gigawatts, dos quais 8,9 gigawatts serão distribuídos, incluindo todos os sistemas fotovoltaicos não superiores a 5 MW e 3,2 gigawatts de energia solar em nível de concessionária.

Se esse desenvolvimento for implementado, a capacidade fotovoltaica total do Brasil aumentará de 13 GW até o final de 2021 para 25 GW até o final deste ano. No segmento de geração distribuída, a potência total instalada passará de 8,3 para 17,2 GW e no setor de grande porte de 4,6 para 7,8 GW.

Dos investimentos previstos de R$ 50,8 bilhões (US$ 9,1 bilhões) neste ano, a produção distribuída será de R$ 40,6 bilhões.

Com as novas instalações realizadas este ano, o setor fotovoltaico deverá criar mais de 357 mil novos empregos no Brasil.

A maior parte desses empregos deverá vir da produção distribuída de energia solar, o que poderá gerar mais de 251 mil empregos neste ano.

“Estamos planejando um crescimento muito forte na energia solar este ano, impulsionado pelo alto custo das contas de energia elétrica e pelos benefícios oferecidos aos consumidores como solução definitiva para garantir o fornecimento de energia elétrica a preços competitivos”, disse o presidente da ABSolar, Ronaldo Colossus. “A tecnologia fotovoltaica está se tornando cada vez mais popular no país, alcançando todas as classes de consumidores e causando um impacto múltiplo na sociedade brasileira.”

READ  Ministro da Infraestrutura do Brasil em São Paulo está concorrendo a governador

No início de janeiro, as autoridades brasileiras introduziram novas regras para garantir que os sistemas fotovoltaicos de menos de 5 MW sejam elegíveis para cobranças líquidas de medição até 2045. As taxas de construção para os beneficiários entrarão em vigor a partir de 2023, mas espera-se que os benefícios econômicos de coberturas fotovoltaicas e pequenos parques solares sejam maiores. O forte crescimento para 2022 é resultado da introdução desta taxa de fase a partir de janeiro de 2023.

Este conteúdo é protegido por direitos autorais e não será reutilizado. Se você deseja colaborar conosco e reutilizar alguns de nossos conteúdos, entre em contato com: editors@pv-magazine.com.