Brasil: Forças Armadas não devem contar votos

(São Paulo) – As Forças Armadas do Brasil não devem estabelecer um sistema paralelo de contagem de votos nas próximas eleições presidenciais, como quer o presidente Jair Bolsonaro. Bolsonaro tem questionado o sistema de apuração de votos no Tribunal Superior Eleitoral sem apresentar nenhuma evidência de irregularidade, e atacou o ex-presidente do tribunal, ministro do STF Luis Roberto Barroso.

Em 27 de abril de 2022, o presidente Bolsonaro, que destacou ser o comandante supremo das Forças Armadas, sugerido que as Forças Armadas estabeleceram um sistema paralelo de apuração alternativa de votos. “Também temos um computador nas Forças Armadas para contagem de votos”, disse Bolsonaro, ex-capitão do Exército que encheu o governo federal com mais de 6.000 em serviço ativo e aposentados das Forças Armadas, incluindo posições-chave em seu gabinete.

“O presidente Bolsonaro continua com sua campanha de desinformação imprudente e perigosa contra o sistema eleitoral brasileiro, repetindo alegações infundadas de fraude eleitoral e atacando autoridades eleitorais e judiciais independentes”, disse Maria Laura Canineu, diretora do Brasil da Human Rights Watch. “Ao lançar dúvidas infundadas sobre o sistema eleitoral e propor um sistema alternativo de contagem sob seu controle, o presidente Bolsonaro parece estar lançando as bases para contestar a vontade do povo caso não seja reeleito ou até mesmo tentar cancelar o voto.”

Administrar um sistema eleitoral paralelo não é missão nem competência das Forças Armadas, disse a Human Rights Watch. Em uma democracia, o sistema eleitoral deve ser executado e os votos devem ser contados por autoridades civis independentes, e não pelas Forças Armadas, que o próprio presidente Bolsonaro enfatizou estar sob seu comando.

“A comunidade internacional deve enviar uma mensagem forte ao presidente Bolsonaro de que qualquer tentativa de subverter o sistema democrático e o estado de direito é inaceitável”, disse Canineu.

READ  O 12º navio de cruzeiro MSc retoma operações com excursões do Brasil

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Portal On Jack