Bolsanaro diz que juízes do STF estão à margem da eleição brasileira

O presidente brasileiro Jair Bolsanaro observa a transferência da Guarda Presidencial em 16 de dezembro de 2021 no Palácio do Planaldo em Brasília, Brasil. REUTERS / Adriano Machado

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

BRASÍLIA, 12 Jan (Reuters) – O presidente de extrema direita do Brasil, Jair Bolzano, acusou nesta quarta-feira dois membros da Suprema Corte de serem imparciais na eleição deste ano e a favor do líder de esquerda Luiz Inácio Lula da Silva.

Bolsanaro vem indiciando os juízes Luis Roberto Barroso e Alexandre de Moraes há meses por decisões contra suas políticas e investigações sobre o presidente, incluindo a divulgação de notícias falsas sobre o Covit-19.

“Barroso e Alexandre de Moraes querem que Lula seja presidente”, disse ele em entrevista à televisão.

Inscreva-se agora para ter acesso gratuito e ilimitado ao Reuters.com

“Bem, eles podem não querer votar em mim, mas eles querem que o homem que saqueou a nação por oito anos volte ao poder?” comentou Bolzano.

Lula foi presidente do Brasil de 2003 a 2010. Ele foi preso por um ano e meio por acusações de corrupção anuladas pela Suprema Corte no ano passado e foi autorizado a concorrer novamente este ano. Se a eleição de outubro for hoje, as pesquisas indicam que ele tem uma presença mais clara do que Bolsanaro. consulte Mais informação

Barroso decidiu no mês passado que a prova da vacina era necessária para todos os viajantes que viessem ao Brasil, o que contradiz a visão de Bolsanaro, suspeito da vacina.

De Moraes está supervisionando cinco investigações presidenciais, incluindo seus comentários ligando a vacina Covit-19 ao vírus da AIDS.

Relatório do Editor-Chefe Anthony Podal por Alexandra Hudson

Nossos padrões: Princípios de Confiança da Thomson Reuters.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

Portal On Jack