Alves sonha com a glória do Brasil na Copa do Mundo no Catar

Didier Deschamps e a França concordaram em não discutir um novo contrato até depois da Copa do Mundo, mas isso não significa que Zinedine Zidane está garantido no comando do Les Blues, disse o presidente da Federação Francesa de Futebol, Noel Le Graet.

Deschamps se tornou o técnico da França em 2012 e desde então assinou duas extensões de contrato, a última das quais veio após a glória da Copa do Mundo na Rússia 2018.

O atual contrato do jogador de 53 anos expira depois que o Les Blues pretende defender seu título no Qatar 2022, levando a especulações de que o ex-técnico do Real Madrid Zidane será nomeado após o torneio.

Le Graet sugeriu que a nomeação de Zidane ainda não foi pré-acordada, pois ele apoiou Deschamps.

“Nós dois concordamos em não renová-lo até depois da Copa do Mundo”, disse Le Graet sobre Deschamps ao L’Equipe. “Ele não está bravo comigo. Ele me adora. Acho que ele nunca vai dizer nada de ruim sobre mim.

“Ele perdeu um jogo na Eurocopa e, para grande parte da França, deveria ter sido demitido. [after the last-16 exit to Switzerland at Euro 2020].

“Vamos ver no final da Copa do Mundo se ele quer renovar. Vamos passar um tempo no Guingamp para discutir.”

Quando pressionado por uma resposta sobre Zidane assumir o cargo de sucessor de Deschamps, Le Graet respondeu: “Primeiro de tudo, você precisa ter cuidado com o que diz. Zidane mostrou em Madri que tinha qualidades que mal se imaginavam.

“Na cabeça dos franceses, ele poderia ser um sucessor. Mas esse não é o meu objetivo. Vamos ver. Se Didier e eu nos separarmos, ele definitivamente será uma das opções.

READ  Jornalista diz que Arsenal deve pagar R$ 37,5 milhões por meio-campista brasileiro

“Não vou dizer a mim mesmo: ‘Espero que Didier diga que não quer renovar e eu vá ver Zidane’. Você me vê dizendo hoje: ‘É Zidane quem vai substituir Deschamps’? vou ver.

“Talvez Zidane assuma o comando do Paris Saint-Germain. Para treinar a seleção você tem que ser livre. Mas hoje faremos todo o possível para colocar Didier nas melhores condições para vencer esta Copa do Mundo”.

De fato, Zidane emergiu como favorito quando circularam na França relatos de que o emprego de Mauricio Pochettino no PSG estava ameaçado após a eliminação da Liga dos Campeões nas oitavas de final para o Real Madrid.

Mesmo que Zidane esteja disponível, Le Graet insiste que aprendeu com os erros de seu antecessor e não procurará um novo técnico enquanto Deschamps ainda estiver no comando.

“Eu nunca vou fazer o que meu antecessor faz [Jean-Pierre Escalettes] fez, que já havia contratado Laurent Blanc antes de ir para a África do Sul para o [2010] Copa do Mundo”, acrescentou.

“[Raymond] Domenech já estava em alerta. Como você espera que os jogadores o respeitem quando um sucessor já foi nomeado?

“Não funciona e nunca funcionará. Em nenhum caso verei outro treinador antes de almoçar com Didier depois da Copa do Mundo”.

Teremos o maior prazer em ouvir seus pensamentos

Deixe uma Comentário

DETRASDELANOTICIA.COM.DO PARTICIPE DO PROGRAMA ASSOCIADO DA AMAZON SERVICES LLC, UM PROGRAMA DE PUBLICIDADE DE AFILIADOS PROJETADO PARA FORNECER AOS SITES UM MEIO DE GANHAR CUSTOS DE PUBLICIDADE DENTRO E EM CONEXÃO COM AMAZON.IT. AMAZON, O LOGOTIPO AMAZON, AMAZONSUPPLY E O LOGOTIPO AMAZONSUPPLY SÃO MARCAS REGISTRADAS DA AMAZON.IT, INC. OU SUAS AFILIADAS. COMO ASSOCIADO DA AMAZON, GANHAMOS COMISSÕES DE AFILIADOS EM COMPRAS ELEGÍVEIS. OBRIGADO AMAZON POR NOS AJUDAR A PAGAR AS TAXAS DO NOSSO SITE! TODAS AS IMAGENS DE PRODUTOS SÃO DE PROPRIEDADE DA AMAZON.IT E DE SEUS VENDEDORES.
Portal On Jack