A inserção de todos os municípios da Serra Catarinense no Mapeamento Turístico Brasileiro, com informações como número de restaurantes e capacidade, meios de hospedagem e capacidade de leitos, número de agência de turismo e sua classificação receptiva, emissiva ou operação, lista dos principais atrativos turísticos com descrição e dentre outras informações, a relação dos roteiros regionais que estão envolvidos.

Foi o principal encaminhamento da primeira reunião do Fórum de Secretários Municipais de Turismo da região da Amures, realizada na tarde terça-feira (21), no auditório do Map Hotel. A reunião foi coordenada pela assessora de turismo da Amures e secretária executiva do Conselho de Turismo Serra Catarinense – Conserra Ana Vieira, que explicou que as diferenças entre os municípios serão levadas em consideração, para que caminhem juntos no mapeamento que está sendo feito.

“Tem município que dificilmente será destino turístico, mas nunca deixará de ser suporte turístico”, observou. Para entrar no Mapa Turístico Brasileiro, cada município terá de indicar um representante responsável pela interlocução do Programa de Regionalização do Turismo e participar ativamente da instância de governança regional, que é o Conserra.

Terá também que destinar anualmente recursos orçamentários para o turismo e dentre outras obrigações inserir no mínimo de 40% do trade do município no Cadastur. A secretária executiva da Amures Iraci de Souza, disse que um dos desafios do presidente da associação prefeito de Otacílio Costa Luiz Carlos Xavier é auxiliar os municípios a incrementar as receitas e o turismo é um dos focos.

“O potencial da região é imenso e todo ano conseguimos mídia nacional gratuita. Precisamos é nos organizar, falar a mesma língua e trabalhar de forma coesa e profissional”, disse. Estão fora do mapeamento turístico da região apenas seis municípios. Mas que serão trabalhadas a inserção, porque estando fora desse cadastro ficam impedidos até mesmo de receber recursos.

 

Calendário regional de eventos integrado

 

O Calendário Regional de Eventos da Serra Catarinense deverá estar pronto no início de março. Foi que definiram os secretários municipais de turismo que apoiaram também, a implantação de um Observatório Regional de Turismo.

A presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Lages – CDL, Rozani Pocai participou da reunião e falou da parceria que está se encaminhando através do Conserra e Amures para realizar o Serra Catarina Festival de Inverno.

“Lages tem a maior infraestrutura, mas quem tem os maiores atrativos são os municípios da região, por isso precisamos unir os esforços”, descreveu Rozani Pocai. A programação do Serra Catarina desse ano está sendo montada e a proposta é incluir os eventos dos municípios.

O presidente do Conserra, o empresário Daniel Camargo Klein defendeu a somatória de esforços e disse que todos ganharão com isso. “Do comércio aos empreendimentos turísticos todos somos Serra Catarinense e juntos certamente seremos mais fortes”, defendeu.

A Polícia Militar também está se inserindo a este processo de fomento do turismo na região. E este ano deverá fazer patrulhamento nos municípios com policiamento preventivo. Foi o que definiram os secretários municipais de turismo junto com o Conserra e Amures.

Comentários no Facebook