Aconteceu na noite desta Quarta(22), no plenário da câmara de Vereadores de São Joaquim, uma reunião onde visou reativar o Grupo Escoteiros Caminhos da Neve.

São Joaquim, já tinha em tempos idos, um Grupo Escoteiro com este nome e agora, graças ao envolvimento de adultos comprometidos e com o apoio da municipalidade, o escotismo em São Joaquim está prestes a voltar.

Com o apoio da Prefeitura, juntamente com a Secretaria de Educação, o grupo vai voltar, além disso, a ajuda de pais é de suma importância para o desenvolvimento de crianças e adolescentes, por meio de um sistema de valores que prioriza a honra, baseado na Promessa (ou Compromisso) e na Lei escoteira (ou Lei do Escoteiro),  através da prática do trabalho em equipe e da vida ao ar livre, fazendo com que o jovem assuma seu próprio crescimento, tornando-se um exemplo de fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina.

Para o Prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes, esse grupo trará novos caminhos aos jovens, incentivando as práticas de boas ações e de crescimento educacional. “Este é mais um incentivo onde nossos jovens vão aprender boas ações, crescimento intelectual e principalmente educação” frisa o Prefeito.

Para o diretor Regional de Crescimento e Expansão, Luiz Henrique Pocai, explica que a reunião teve a finalidade de reativar o grupo, onde os pais e interessados já começaram a se envolver, facilitando assim o trabalho de reativação do grupo. “É uma satisfação em ajudar a reabrir esse grupo que tem história em São Joaquim. A palestra informativa foi muito produtiva e a população demonstrou interesse em colaborar com a reabertura do grupo escoteiro Caminhos da Neve” comenta Pocai.

A diretoria interina do grupo já foi formada na reunião, para que os trabalhos de reativação iniciem. Pais e pessoas da comunidade já começaram os trabalhos afim de trazer o mais breve possível o Grupo para São Joaquim.

O que é Escotismo

O Escotismo, fundado por Lord Robert Stephenson Smyth Baden-Powell, em 1907, é um movimento mundial, educacional, voluntário, apartidário e sem fins lucrativos. A sua proposta é o desenvolvimento do jovem, por meio de um sistema de valores que prioriza a honra, baseado na Promessa e na Lei escoteira, e através da prática do trabalho em equipe e da vida ao ar livre, fazer com que o jovem assuma seu próprio crescimento e torne-se um exemplo de fraternidade, lealdade, altruísmo, responsabilidade, respeito e disciplina.

Comentários no Facebook