O deputado estadual Rodrigo Minotto (PDT) voltou a defender na tribuna da Assembleia Legislativa a extinção das Agências de Desenvolvimento Regional (ADR’s). Em discurso na tarde desta quarta-feira (2), Minotto diz que tem percorrido o Estado e ouvido a angústia das pessoas com essas estruturas desnecessárias.
Segundo ele, somente em 2016 foram gastos R$ 623 milhões com as 35 ADR’s. “Os números são do Tribunal de Contas. No momento em que o Brasil e Santa Catarina, em particular, passam por uma crise financeira, esse dinheiro que sustenta essas superestruturas não poderia ser usado de uma forma mais útil? De um modo que verdadeiramente beneficiasse as pessoas?”, perguntou.
No dia anterior, o deputado protocolou um pedido de informação para saber quantos são os cargos comissionados das agências de desenvolvimento, quais funções desempenham e os salários. “É hora de acabar com o desperdício e com o cabide de emprego. Santa Catarina exige um novo tipo de pensar na política, onde o que realmente importa é o bem-estar das pessoas”, colocou.
“Necessário não é dar emprego com fins unicamente eleitoreiros. Necessário é estrada bem cuidada, é zelar pela saúde das pessoas, é investir em projetos que aumentem as oportunidades de emprego e renda, é pensar no professor, valorizar o professor, pagar melhor o professor”, finalizou o discurso.
Fotos: Miriam Zommer / Agência AL
 
 Assessoria de Imprensa Deputado Estadual Rodrigo Minotto (PDT)

Comentários no Facebook