Atenção – Hospital de São Joaquim vai implantar novos atendimentos na emergência

Nova regra começa a ser usada a partir de Sexta Feira, 17 de março.

O hospital Sagrado Coração de Jesus de São Joaquim, vai implantar a partir de sexta-feira, 17 de março, o sistema de acolhimento e classificação de risco, que consiste em um processo dinâmico e ágil.

Logo após a chegada na Emergência do hospital e efetuado o cadastro, o paciente será acolhido por um profissional experiente que colherá as principais queixas e avaliará os sinais vitais. Com base nestes dados e em algumas outras informações, o classificador estabelecerá a prioridade de atendimento do paciente.

A Classificação de Risco é um grande avanço na organização, humanização e qualificação da atenção às urgências de Santa Catarina. O modelo, se modifica para melhor, uma vez que as pessoas deixam de ser chamadas por ordem de chegada, passando a ser atendidas conforme a gravidade e o grau de risco.

O Protocolo de Acolhimento e Classificação de Risco de Santa Catarina apresenta cinco níveis: vermelho, laranja e amarelo para casos de urgência e emergência, já o verde e azul para casos de menor gravidade. A prioridade é definida por um profissional segundo as principais queixas do paciente e avaliação de sinais vitais.

Para o gerente de enfermagem do Hospital de São Joaquim, Roberto Zanqui, uma portaria do Ministério da Saúde, todo o serviço de porta aberta de saúde, tem que estabelecer o protocolo de acolhimento com classificação de risco. “O estado tem um protocolo pronto, com todas as classificações de todas as doenças e queixas dos pacientes, com relação a emergência, o paciente chega no hospital e vai ser classificado de acordo com o risco que ele apresenta, não mais por ordem de chegada” explica Roberto.

Na prática, a mudança de sistema não altera as prioridades de atendimento. Os pacientes de casos de urgência e emergência terão preferência para ser atendidos. A adoção de um sistema próprio implica em economia e autonomia para gerenciar e aperfeiçoar o modelo.